segunda-feira, 14 de março de 2011

...


Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na busca de um bem definitivo
Em que as coisas de Amor se eternizassem

Sophia de Mello Breyner

Hoje farias 85 anos querida Mãe.
A tua ausência ainda dói, mas a lembrança do teu sorriso conforta-me.
Parabéns...onde quer que estejas!

10 comentários:

Lacorrilha disse...

Desconhecia esse poema, apesar de adorar a autora. É lindo.
Um abraço apertado.
(adorei a imagem do cabeçalho)

Anna^ disse...

Lindo, como toda a sua poesia!
Obrigado Lacorrilha,um beijo para ti.

Vilma disse...

Um beijinho para ti! :))

Nota: Gosto do teu novo banner... parece a minha Nuvem! ;)

Anna^ disse...

Vilmita,
obrigada minha querida.
(acreditas que pensei nela mal vi a foto? )

Joanissima disse...

Parabéns à Mamã!! Que orgulho há-de ter ela em ti!!

Anna^ disse...

Joaníssima,
Deus queira que assim seja.

MARIA MARIQUITAS disse...

Concordo com a Joanissima, é um orgulho ter uma filha como tu!

Beijinhos***

Anna^ disse...

Obrigada Maria.

beijo

Rosa Negra disse...

Onde quer que esteja, acredita que está a sorrir :)

Anna^ disse...

Rosa Negra,
Obrigada,quero acreditar que sim. :)

beijinho grande para ti.