terça-feira, 17 de maio de 2011

A propósito


do livro "Francesinhas à moda do Porto", hoje ouvi na rádio uma expressão que me era tão familiar em miúda:
"Cheira-me a estrugido", querendo isto dizer que tinha "havido asneira".
Lembro-me bem da cara do meu pai, entre o divertido e o sério,a olhar para mim e a dizer "Hmmmmm, cheira-me a estrugido"; era uma maneira de quebrar a tensão entre o momento da asneira e a "confissão".
E isso fez-me lembrar de tantos outros calões à moda do Porto!
Tenho que dar uma "bista" de olhos neste livro.

4 comentários:

MARIA MARIQUITAS disse...

A minha Avó também dizia isso e eu já nem me lembrava...

Beijinhos

Anna^ disse...

Maria,
por vezes a memória prega-nos destas "partidas" :)

MARIINHA disse...

És uma mulher do Norte? A Maria Mariquitas que comentou antes, sei que é.

Então arranja lá umas expressões do Porto, carago! Beijinhos

Anna^ disse...

Mariinha,
sou portuense de gema :)
"Bou-te fazer a buntade e boue arecolher algum mtriale sobre o assunto" :)

beijoca