quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

E hoje,


entre o corre-corre de uns,e a apatia de outros, dei-me conta de estar a invadir o quarto de alguém em plena rua.Sacos pretos de plástico,daqueles enormes,contendo vários cobertores enrolados,encostados a um canto,à espera da hora(tardia ,certamente)de serem abertos e darem guarida nesta noite gélida.Muito provavelmente quem ali vai dormir, o fará ,depois de uma refeição entregue pela Legião da Boa Vontade,formada por pessoas que dão do seu tempo aos outros...enquanto outros nem tempo têm para os seus.
Ironias da vida!

2 comentários:

MARIINHA disse...

Trabalhei durante muitos anos na zona da Estefânia em Lisboa. Aí existem muitos sem abrigo, que dormem assim. A entrada do prédio onde trabalhava, foi durante algum tempo o quarto de um. Um horror o cheiro a urina, não imaginas.
Naquela zona à noite também lhes iam levar sopa quente, sandes e roupa. Cheguei a falar com esses voluntários e segundo eles, muitos não é mesmo possível tirá-los da rua, porque eles não querem.Têm problemas do foro psiquiátrico. Admiro essas pessoas, que nas noites como a de hoje deixam o calor das suas casas para andar pelas ruas das cidades a levar comida e cobertores a todas estes sem abrigo.
Beijinhos

Anna^ disse...

Mariinha,
É realmente verdade que muitos deles recusam ajuda, e muitas das vezes por vergonha porque encaram isso como uma "cedência" e o orgulho não deixa!Por vezes nem é pela comida que se chegam, mas sim por dois dedos de conversa, um sorriso ou uma palavra já são o suficiente para se sentirem "apoiados".Cada caso é um caso e deparas com situações dramáticas e caricatas...há de tudo!
assim como do lado dos voluntários,há aqueles que vão sem se darem realmente...apenas para aliviar consciências.

beijinho e bom fds :)