quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

«não faças planos para a vida, que podes estragar os planos que a vida tem para ti».*

A notícia deixou-me sem reacção.
Apesar do sofrimento, quiseste-me de certa forma ao teu lado.
Não nos falamos à mais de um ano embora saibamos uma da outra por amigos comuns e pelo facebook.Conhecemo-nos desde o secundário;engraçado que nessa altura não íamos com a cara uma da outra:Para ti eu era a menina snob; para mim ,tu eras a "freak"(toda peace and love...yeah minha...).Devagarinho fomos entrando na vida uma da outra;juntas passamos bons e maus momentos;partilhamos segredos,medos e famílias;A amizade estendeu-se pelos pais,irmãs,namorados.Foste uma verdadeira tia dos meus filhos mais velhos:o carinho que sempre manifestaste,a paciência que sempre tiveste, a doçura com que os cativaste,tudo isso nos levava sempre a dizer-te que ias ser uma mãe bestial.O destino assim não quis;sofreste sempre de maneira contida,para não preocupares ninguém.Pegaste no homem da tua vida e rumaste para a Madeira,na perspectiva de lá te acontecer finalmente o "milagre".
Cansada de tentares,regressaste e agarraste outro sonho:dar aulas de História,mesmo que para isso tivesses de ficar a quilómetros de distância do teu Q. e de só o abraçares aos fins de semana.E mesmo depois de a vida te continuar a "maltratar",nada parecia fazer-te mossa...desde que ele estivesse ao teu lado.
É por isso que nem imagino a dor que neste momento te corrói.Quiseste que eu soubesse, mas não queres falar com ninguém...dizem-me que só choras e gritas...nem uma sílaba sequer...a não ser o nome dele.
Estás viúva...que puta de vida é esta que tem sido tão madrasta contigo? que poderei eu fazer, para quando estiver frente a frente contigo,te saiba dar força para suportares mais esta dor,te saiba abraçar para te fazer sentir o quanto gosto de ti,para teres a certeza que vou estar SEMPRE ao teu lado?!?!

São estas coisas que eu não consigo entender...são estas coisas que me fazem questionar...!

(*Agostinho da Silva)

5 comentários:

Vilma disse...

Apenas estar ao lado dela e abraçar.
É bastante.. sem palavras! PAra quê?
Um abraço a ti e oro pela tua amiga.

MARIINHA disse...

A tua amiga deve estar a passar dias de muito sofrimento e desespero. Deve estar muito revoltada com a vida. Mas a pouco e pouco o tempo se encarregará de, se não aceitar, pelo menos a não sentir tanto desespero. A ter pessoas amigas vai ser uma grande ajuda.

Bjks

Dulce disse...

Um beijinho para ti, que também sofres, que eu sei que se sofre com aqueles que amamos.

Anna^ disse...

Vilma,
tu sabes que eu quero acreditar,mas nestas alturas não encontro respostas.E isso abala-me...completamente!

Mariinha,
Custa tanto ver sofrer desta maneira, alguém tão "pura" quanto ela.Só peço que ela consiga ser forte para ultrapassar isto.

Dulce,
obrigada minha querida, por estares sempre na rectaguarda.

Beijinhos para as três.

Rosa Negra disse...

Nestas alturas, as palavras de nada servem.
Basta a presença, e um abraço sentido.